A corrida e o descanso: saiba equilibrar

Acredite: não são os treinos pesados os mais importantes no programa de treinamento de corrida, e sim os 2 ou 3 treinos leves. Os trabalhos leves são de importância altíssima porque permitem que o organismo se recupere dos treinos fortes e se adapte ao treinamento duro feito nos outros dias da semana. Sem os dias leves, ou o dia de descanso entre os treinos fortes, o treinamento terá resultados sub-utilizados em vez de torná-lo mais forte.

captura-de-tela-2017-01-15-as-20-30-37

Muitos acreditam que devem treinar muito para obter boas marcas. No entanto, se não houver o controle do volume e a programação de períodos de recuperação (pausa e repouso), o risco de cometer excessos será prejudicial à saúde do corredor e ao seu desempenho, podendo colocar em xeque a próxima prova ou até as próximas provas.

Não é difícil cometer excessos durante a preparação para uma prova. Um treino longo com os amigos que não esteja programado, por mais confortável que seja o ritmo, mais o lado social do momento, pode prejudicar uma semana toda de treinamento de corrida.

O mesmo é válido para um treino intervalado em que o praticante acaba “embalando” nos desempenhos alheios e o treino passa a ser uma disputa sem sentido. Conclusão: o praticante não consegue cumprir com a programação estipulada (devido a uma intensidade superior às suas possibilidades) e desgasta-se sem necessidade e sentido algum, prejudicando seus treinamentos posteriores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s